Home

Laqueadura é seguro???????

quero saber se mesmo eu tendo feito laqueadura,corro risco de engravidar,vcs conhece qualquer caso ?

7 respostas

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    BOM, não entendo muito do ponto, uma tia minha fez e se sentiu muito segura, e deu tudo evidente com ela. Mas, se você possui qualquer receio específico, procure profissionais entendidos da dimensão, eles devem facilitar melhor você. Mas, se estiver mesmo pejada, meus parabéns mesmo, e que tenha muita sorte porquê mãe, tenha muita fé e muita esperança, e espere tudo de bom e do melhor verosímil!

    Falou, e até mais!Sávio / Resposta pessoal / Gravidez.

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    Amiga,se vc fez a laqueadura e seu obstetra optou pelo método de trinchar as trompas não há porquê engravidar.
    Agora se ele usou a técnica de amarrar as trompas ela pode se soltar,já soube de casos que a mulher engravidou assim.
    Luz no seu coração.Abraços.

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    nossa!!! já ouvir falar em um caso…. eu era rapaz! nem sei se foi verdade!!! a laqueadura é 100% segura

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    Laqueadura ou ligadura de trompas consiste no método de esterilização feminina caracterizado pelo namoro e/ou ligamento cirúrgico das trompas de falópio, que fazem o caminho dos ovários até o útero. Assim, as trompas impedem a passagem do óvulo e os espermatozóides não o encontram, não havendo fecundação. É um procedimento seguro que pode ser feito de várias maneiras, sendo necessária internação e anestesia universal ou regional. Existem murado de dez técnicas para a laqueadura: pode-se colocar anéis de plástico, queimar e trinchar as trompas, clipes de titânio, fazer com fio de sutura, etc. Alguns dos possíveis problemas que podem ocorrer durante o procedimento, porquê o médico dar um nó muito potente ou atingir as artérias quando trinchar as trompas, prejudicando a circulação do ovário e prejudicando suas funções. Segundo o ginecologista Malcolm Montgomery isso pode, em casos extremos, suscitar menopausa precoce[1].

    depois a operação, o risco de gravidez da mulher é de menos de 1%[2]. O uso de métodos contraceptivos torna-se obsoleto. Porém, uma laqueadura não impede a mulher de contrair DSTs.

    No Brasil, a cirugia está regulamentada pela Lei 9.263 (Lei acerca Planejamento Familiar), de 1996 (art.226 da Constituição federalista)[3]. Segundo a Lei, para ser submetida à laqueadura, a mulher precisa ter mais de 25 anos ou dois filhos. ou por outra, ela também precisa de uma reunião de Planejamento Familiar e entrevista com assistente social. A cirugia também não pode ser feita logo posteriormente o parto ou a cesárea, a não ser que a mulher tenha qualquer problema grave de saúde ou tenha feito várias cesarianas.[4]

    A decisão de realizar a cirugia deve ser tomada com ponderação, visto que a mulher está sujeita a danos psicológicos e muitas chegam a se arrepender de tê-la feito. Segundo o médico Caio Parente Barbosa, muro de 60% das pacientes que querem fazer reversão é porque mudaram de parceiro, os outros motivos principais são a perda dos filhos ou mudança nas condições financeiras[5].

    A laqueadura é r

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    depende do lugar, do profissional q faz.

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    A comodidade e segurança da laqueadura são inquestionáveis, uma vez que o risco de gravidez é de menos de 1% e a mulher não precisa mais se preocupar com métodos anticoncepcionais. Por outro lado, existem muitos pontos a serem ponderados antes de optar por esse método definitivo de esterilização feminina. Entre eles, os aspectos psicológicos e legais, os altos índices de irreversibilidade do processo e de remorso por troço das mulheres operadas.

  • Publicada em 2007-11-21 por Anónimo

    bem segura, pode fazer sossegada

Utilize o formulário para responder a esta pergunta